segunda-feira, 18 de abril de 2016

Rose Quartz e Serenity são as cores de 2016


     A empresa Pantone é fornecedora mundial de padrão de cores e desde 2000 divulga a cor do ano, que se torna referência em todo o mundo. Pela primeira vez, a mistura de duas cores, Rose Quartz e Serenity, são escolhidas como cor do Ano Pantone para 2016. O equilíbrio entre um rosa acolhedor e um tom azul claro mais frio e tranquilo, dão a sensação de bem-estar.
     Rose Quartz é um tom persuasivo mas também suave que transmite compaixão e certa compostura. Serenity é leve e arejado, traz alívio e relaxamento. 
     Se você está buscando uma decoração que transmite tranquilidade e segurança, as cores Rose Quartz e Serenity são ideais para invadir a sala, o quarto, o hall de entrada...toda a casa. Na decoração, a tendência é deixar o ambiente delicado, mas as cores também acalmam e trazem serenidade.


     Na sala, a combinação dessas cores com tom madeira é uma das opções. Rose Quartz e Serenity funcionam bem na cozinha e no banheiro. Combinando com cores clarinhas, elas deixam o espaço mais leve e aconchegante.



     Mas, caso você é daquelas pessoas que acham que a decoração está nos detalhes, use as cores de forma harmônica e criativa. Parece difícil, mas se você começar, as ideais fluem naturalmente. Para te ajudar confira algumas dicas abaixo:










sexta-feira, 15 de abril de 2016

Saiba mais sobre a H1N1


     A influenza é conhecida como gripe, tratando-se de uma doença viral febril, aguda, geralmente benigna e autolimitada. A infecção geralmente dura uma semana e com os sintomas sistêmicos persistindo por alguns dias, sendo a febre o mais importante.
     Existem três tipos de vírus influenza: A, B e C. O vírus influenza C causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública e não está relacionado com epidemias. Já o A e B são responsáveis por epidemias sazonais. O vírus influenza A é responsável pelas grandes pandemias, entre eles os subtipos H1N1 e H3N2 circulam atualmente entre humanos.
     A nova influenza A (H1N1), mais conhecida como gripe suína, que se propagou na primavera de 2009, é uma gripe provocada por um novo tipo de vírus, portanto, a população não tem imunidade contra ela.

A transmissão:
     Acredita-se que o H1N1 possa ser transmitido da mesma maneira pela qual se transmite a gripe comum. Os vírus da influenza se disseminam de pessoa para pessoa especialmente através de tosse ou espirros de pessoas infectadas.

Grupo de Risco:
     Idosos, crianças, gestantes e pessoas com alguma comorbidade possuem um risco maior de desenvolver complicações devido à influenza.

Sintomas da H1N1:
     Febre alta, falta de apetite, dores musculares, indisposição e tosse. Ainda, dor de garganta, náusea, vômito e diarreia. Pessoas com sintomas de gripe devem procurar orientação médica, antes de adotar medidas de isolamento domiciliar, além de manter as medidas de higiene indicadas.

Como tratar:
     O tratamento dos sintomas da influenza sem complicações deve ser realizado com medicação sintomática, hidratação, antitérmico, alimentação leve e repouso. Nos casos com complicações graves, são necessárias medidas de suporte intensivo. 
     Uma das principais complicações da influenza são as infecções bacterianas secundárias, principalmente as pneumonias. Em caso de complicações, o tratamento deve ser específico, além disso, o tratamento deve seguir sempre a prescrição médica.

Métodos de prevenção:
- Evite locais com aglomeração de pessoas. Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a principal forma de transmissão não é pelo ar, mas sim pelo contato com superfícies contaminadas;
- Faça frequentemente higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel a 71%;
- Use lenço descartável para higiene nasal;
- Cubra o nariz e a boca ao espirrar ou tossir;
- Não divida objetos de uso pessoal, como toalhas de banho, talheres e copos;
- Uma alimentação balanceada, rica em vitamina C, fortalece o organismo e ajuda a criar mais resistência contra doenças;
- Evite passar as mãos no nariz, olhos e boca (rosto). Tente não entrar em contato com pessoas doentes e lave sempre as mãos;
- Mantenha os ambientes ventilados.

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Tire as dúvidas sobre o Imposto de Renda 2016


      A Declaração de Imposto de Renda 2016 deve ser entregue no período de 1º de março a 29 de abril de 2016. São obrigados a declarar os contribuintes que obtiveram rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.123,91, além disso, para quem teve receita bruta na atividade rural em valor superior a R$ 140.619,55 ou teve, em 31 de dezembro de 2015, posse, propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua de valor superior a R$ 300.000,00, e para quem teve rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente no fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00 também são obrigados a declarar. Quem obteve, em qualquer mês, ganho ao alienar bens ou direitos sujeitos à incidência do imposto, ou ao realizar operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhados também deve declarar o imposto.
Sobre as formas de declaração, podem ser:

  • PGD: Programa Gerador de Declaração, o qual deve ser instalado no computador e está disponível no site da Secretaria da Receita Federal do Brasil;
  • m-IRPF: aplicativo para declarar via tablets e smartphones;
  • e-CAC: acesso pelo site da Receita Federal, com certificado digital. Não é preciso instalar programas.
     Fique atento na hora de declarar seu Imposto de Renda para não cometer erros. Caso cometeu algum erro, omissões ou inexatidões na DIR já entregue, você poderá apresentar uma declaração retificadora. Confira outras dicas:
  • A multa por atraso na entrega da declaração será de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, calculado sobre o imposto devido, com valor mínimo de R$ 165,74;
  • O saldo do imposto poderá ser pago em até 8 quotas, mensais e sucessivas. Nenhuma quota deve ser inferior a R$ 50,00. O imposto de valor inferior a R$ 100,00 deve ser pago em cota única;
  • Idosos, portadores de doenças graves e deficientes terão prioridade na restituição;
  • Dentre as deduções possíveis estão despesas médicas, contribuição à Previdência Oficial e à Complementar, despesas com instrução, com dependentes e com doação ao Estatuto da Criança e do Adolescente, do Idoso, de Incentivo e Cultura, à Atividade Audiovisual e ao Desposto.
     Para fins de dedução no IR, os dependentes com 14 anos ou mais deverão estar inscritos no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) .

     Ainda com dúvidas? consulte perguntas e respostas sobre o IRPF 2016 - clicando aqui



sexta-feira, 1 de abril de 2016

Imóvel pequeno e o desafio de decorar

     Para quem mora em um imóvel pequeno sabe o desafio que é na hora de decorar os ambientes, sem perder o conforto e a praticidade. Para ajudar a resolver esse problema, os móveis suspensos tornam-se grandes aliados. Esses produtos aparecem em forma de armários, aparadores, camas, entre outros.

Rack suspenso é uma opção para as salas pequenas.

     Prateleiras e nichos também fazem parte desta lista de móveis suspensos. São ótimos para ajudar a organizar e multiplicar o espaço. Confira outras dicas para otimizar os ambientes:
- se o quarto for muito pequeno, use a TV presa à parede;
- a luminária presa na parede deixa de ocupar outros espaços;
- ganchos são sempre bem-vindos. No closet você pode usar para pendurar colares, lenços, objetos pequenos.
- uso de caixas para guardar objetos também são práticos e ajudam na organização do ambiente;
- espelho no lavabo amplia e deixa o espaço bem mais bonito;
- armário suspenso na cozinha é ideal para guardar mantimentos e utensílios;
- na área de serviço também é possível usar prateleiras que ajudam organizar os materiais de limpeza, deixando-os visíveis para facilitar o uso.